ConnectEscola

Gamificação: Tendência para escolas em 2017

Gamificação: Tendência para escolas em 2017

De tempos em tempos, costumam acontecer marcos que alteram a forma de tratar a educação no mundo todo. Pode ser pedagogicamente, na comunicação ou até nos próprios conteúdos. Como este tipo de mudança costuma vir da análise e do estudo do comportamento dos próprios alunos, a escola que não se atualizar pode perder e muito com isso, tanto na quantidade dos alunos matriculados quanto na qualidade do ensino e do conhecimento transmitido.

Vivemos em uma época na qual tudo muda rápido de mais. As inovações tecnológicas e seus dispositivos já fazem parte do cotidiano das crianças e adolescentes, fazendo com que eles estejam cada vez mais conectados e ligados em um universo digital.

Por isso, a nova geração não aceita nem assimila com a mesma facilidade aulas que não se aproximem de sua noção de mundo e de sua nova forma de se comunicar e socializar. É preciso aproveitar o que se tem disponível e oferecer uma educação contemporânea e mais interessante que promova uma maior facilidade ao assimilar conteúdos, ajudando o aluno a construir o conhecimento e pensar por si só.

Com este intuito, entidades e especialistas em educação costumam indicar tendências e apontar formas de aproximar os alunos sem deixar de oferecer conteúdo de qualidade. Para 2017 e os próximos anos, pesquisadores do mundo todo são unânimes a respeito de uma tendência: a gamificação.

A também chamada educação gamificada promete melhorar a atenção das crianças e adolescentes, pois busca aprimorar a assimilação dos mais diversos conteúdos, tornando-se uma das ferramentas mais poderosas para a formação de cidadãos melhores.

 

Mas afinal, o que é gamificação?

Como próprio nome indica, a gamificação nada mais é do que o uso da lógica dos jogos para transmitir conteúdo. Nada que seja muito novo, já que há séculos os professores buscam formas mais lúdicas de aumentar a atenção e gerar interesse em suas turmas. A novidade é que agora é possível aproveitar as tecnologias digitais que já estão nas mãos dos alunos como o meio para construir o conhecimento. 

E as vantagens são muitas. Segundo estudiosos, a gamificação digital traz benefícios que vão muito além de uma simples melhora na assimilação. Essa ferramenta ativa partes do cérebro ligadas diretamente com o raciocínio lógico e dedutivo, melhorando não somente a coordenação motora, mais também a percepção temporal e espacial.

Também foram encontrados indícios de que o uso da gamificação na educação promove uma melhor cognição e ajuda na tomada de decisões no futuro. Estas ferramentas ainda possibilitam uma maior integração com regras e narrativas diferentes, o que aumenta a capacidade de abstração.

Isso sem falar que o aluno deixa de ser um simples expectador do saber para se tornar parte de sua construção, aspectos de extrema importância para o desenvolvimento de competências e habilidades.

Dependendo do tipo de game utilizado, ainda é possível melhorar aspectos sociais, como a colaboração e competição dos alunos, exercitando assim formas diferentes de compreensão e aceitação do outro.

Escola, invista em inovação!

Categorias

Para a Escola, Para os Alunos

0 Comentários

Deixe um comentário